Sobre a Entidade

Associação dos Engenheiros Agrônomos do Estado do Amazonas - AEAEA

A Associação dos Engenheiros Agrônomos do Estado do Amazonas - AEAEA, fundada em 10 de outubro de 1968 é a entidade máxima representativa da categoria dos Engenheiros Agrônomos do Estado do Amazonas, sendo uma sociedade sem fins lucrativos de duração ilimitada, com sede e foro na cidade de Manaus, com sede própria situada na Avenida Paulo VI, 50 - Bairro de Petrópolis - Cep. 69.067-390/CNPJ n. 05825138/0001-43, tendo como sua principal meta a valorização do profissional.

A Associação é dirigida por uma diretoria executiva (formada por 6 membros); - conselho fiscal (formado por 5 membros), que são eleitos a cada três anos.

A Associação dos Engenheiros Agrônomos do Estado do Amazonas tem por objetivos principais:

a) Congregar e representar os Engenheiros Agrônomos do Estado do Amazonas;
b) Coordenar a defesa dos interesses profissionais dos Engenheiros Agrônomos do Estado do Amazonas;
c) Atuar na formação e aperfeiçoamento do Engenheiro Agrônomo;
d) Impedir que a profissão seja envolvida por interesses estranhos à categoria, à sociedade e ao meio ambiente;
e) Atuar junto ao sistema CONFEA/CREA´s exigindo a fiscalização profissional, em cumprimento à legislação vigente, visando resguardar os interesses, direitos e prerrogativas dos Engenheiros Agrônomos;
f) Exigir dos poderes públicos a participação do Engenheiro Agrônomo na solução dos problemas de sua competência profissional;
g) Incentivar o intercâmbio entre as filiadas e entidades congêneres nacionais e estrangeiras;
h) Zelar pela observância do Código de Ética Profissional e pelo fiel cumprimento da legislação que regulamenta o exercício da profissão;
i) Conferir diplomas, títulos e comendas, bem como instituir prêmios como expressão de reconhecimento da categoria Agronômica Estadual;
j) Aprovar e rever periodicamente as diretrizes para elaboração da Tabela de Honorários Profissionais, de âmbito estadual;
k) Zelar pela qualificação profissional;
l) Buscar a colaboração de órgãos, empresas e entidades públicas e privadas visando ao desenvolvimento agronômico, socioeconômico, ambiental e rural, através de convênios, contratos, parcerias e outras formas juridicamente legítimas;
m) Promover a realização de conferências, seminários, palestras, cursos e reuniões de natureza técnica e cultural, para debates e ensinamentos de questões que digam respeito à área de atuação dos profissionais e produtores através de convênios, contratos, parcerias e outras formas juridicamente legítimas.
n) Prestar colaboração e assistência técnica e extensão através de convênios, contratos, parcerias e outras formas juridicamente legítimas.

 

Nós cuidados para que em sua mesa chegue alimentos saudáveis